Foto: Rubens Cerqueira / Michel Castro

Já pensou em se casar assistindo ao nascer do sol?

Em janeiro de 2019, o DJ Alok e sua noiva Romana Novais subiram ao altar aos pés do Cristo Redentor. Seria um casamento como outro qualquer – exceto pelo fato da fama do artista –, não fosse o horário inusitado: 5h da madrugada. Isso mesmo! O casal decidiu trocar alianças cedinho para aproveitar o nascer do sol visto do Corcovado, com vistas para a Baía de Guanabara. A tendência não é exclusividade dos dois. E tem se multiplicado mundo afora.

Completamente fora dos padrões, em primeiro lugar pelo próprio horário, o casamento de manhãzinha tem se tornado opção entre casais. E a gente vai te dar quatro bons motivos para escolher esse horário para o dia mais especial da vida dos noivos! O resto, é celebrar com os amigos e familiares!

1.O horário cedo é ideal para quem busca uma cerimônia ao ar livre que seja mais fresquinha, com temperaturas amenas, mesmo num dia de muito calor. Isso é bom para os figurinos, para os convidados, para os músicos!

2.Dependendo do local, a vista do sol nascendo é única e os noivos não correm o risco de perderam a luz natural para as fotografias com padrinhos e família em seguida à cerimônia.

3.Na igreja, é mais fácil encontrar datas livres nesse horário, muito embora ainda não sejam todas as paróquias que marcam casamentos nesse horário. Igualmente nos buffets. E em relação aos outros fornecedores? A chance de terem o horário livre é muito maior.

4.Dá para escolher um cardápio bem diferente, com um café da manhã seguido de um almoço. Ou, como já é costume entre os britânicos, um brunch, uma refeição que combina o pequeno almoço (café da manhã) com o almoço, lá na Inglaterra já realizada em domingos, feriados e em datas comemorativas, ideal para o horário das 10h às 14h.

(Foto: Rubens Cerqueira / Michel Castro)


Imprimir   Email